O XI Congresso Nacional das Operadoras Filantrópicas de Planos de Saúde vai reunir especialistas e autoridades para debaterem o tema “Como potencializar resultados na Saúde em tempos de crise”, nos dias 24 a 26 de agosto, em Florianópolis (SC). Realizado em parceria com o 38º Encontro Catarinense de Hospitais, o Congresso da Rede pretende incentivar as operadoras de planos de saúde a fortalecer sua atuação, apesar do difícil momento econômico-financeiro nacional.

O evento contará com a presença da Dra. Simone Parré, advogada especialista em Regulamentação na Saúde Suplementar. Ela vai abordar os impactos da Instrução Normativa 61, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que regulamenta os parágrafos 2º e 3º do artigo 7º da Resolução Normativa 364, que dispõe sobre o Fator de Qualidade a ser aplicado ao índice de reajuste definido pela ANS para prestadores de serviços hospitalares.

De acordo com a IN 61, o fator de qualidade será aplicado ao reajuste dos contratos escritos firmados pelas Operadoras com seus Prestadores - quando houver previsão contratual de livre negociação como única forma de reajuste; e não houver acordo entre as partes ao término do período de negociação, situações em que cabem a utilização do índice de reajuste definido pela ANS.

O IPCA foi determinado pela ANS como base para os reajustes, mas a IN 61 define que serão aplicados 105% do IPCA para os Hospitais Acreditados; 100% do IPCA para hospitais não acreditados que participarem e cumprirem os critérios estabelecidos nos projetos da Diretoria de Desenvolvimento Setorial (DIDES) de indução da qualidade; e 85% do IPCA para hospitais que não atenderem os requisitos.

Não perca este e outros esclarecimentos que serão apresentados durante o XI Congresso Nacional das Operadoras Filantrópicas de Planos de Saúde. Os congressistas também poderão acompanhar toda a programação do 38º Encontro Catarinense de Hospitais. A programação completa e as inscrições podem ser acessadas pelo site http://www.encontrodehospitais-ech.com.br.