24 04 redeManifestantes afirmam que terão o tratamento dos filhos interrompidos pelos atuais profissionais e que terão que começar do zero novamente.

Dezenas de manifestantes fizeram um protesto em frente a Unimed, em Curitiba, contra mudanças anunciadas pelo plano de saúde, na tarde desta terça-feira (23). A ação reuniu pais de filhos com necessidades especiais que afirmam que terão o tratamento dos filhos interrompidos pelos atuais profissionais.
Com isso, eles dizem que terão de começar o tratamento do zero em clínicas especializadas.

Mãe de criança com síndrome rara diz que terá tratamento interrompido da filha após mudança em plano de saúde; 'Desespero'

Por conta do protesto, as ruas Itupava com a José de Alencar ficaram parcialmente bloqueadas e houve lentidão no trânsito.

Em nota, a Unimed disse que "como alguns clientes vêm recebendo assistência em prestadores até então autorizados pela Unimed Curitiba, isso antes de formação da rede credenciada, algumas famílias resistem quanto à migração do atendimento para tal rede".

Fonte: G1